quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Questionando

Voltei para casa, e tenho vivido um período bem delicado de dependência de Deus... Deus tem falado muito comigo nos cultos, porém me vejo por vezes negligenciando meus momentos de intimidade com o Pai.. ando sentindo saudades de simplesmente me deleitar em adoração..
Li um post de um blog cristão falando sobre sexo, achei tão interessante, porque a igreja tem lidado sobre este assunto de uma maneira bem hipócrita, a maioria das pessoas se casam para legalizar o pecado e tenho visto pessoas sofrendo com este tipo de atitude pois a igreja também condena o divórcio...
Mas o que o Pai pensa sobre tudo isso, o que a Palavra realmente fala sobre isso? Tenho 31 anos e sou solteira, ainda lido com desejos orgânicos e naturais de meu corpo físico, por outro lado ele é estimulado pelo cérebro e por tudo o que vejo. A verdade é que estamos contaminados tanto pela midia que libera tudo quanto por uma falsa doutrina cristã que impõe mais proibições e peso do que paz.
Jesus veio para nos dar paz a qual o mundo não conhece, o Espírito Santo é quem nos convence da Verdade e do pecado...
Creio que deveríamos discutir mais sobre sexo enquanto cristãos, a Palavra mesmo diz confessai os vossos pecados a fim de serdes curados, se não falarmos e conversarmos sobre nossa natureza e tentar simplesmente reprimi-las ficaremos mais doentes...
O que quero dizer é que creio que um novo cristianismo está começando a nascer, um cristianismo sem preconceitos e fruto de uma relação pessoal e intima com Deus. Ainda tenho minhas deficiências e duvidas, mas Deus é grande e soberano o suficiente para dar todas as respostas. Basta que nos aquietemos e nos relacionemos com a sua presença e sua Palavra

2 comentários:

Hiago Angelucci disse...

Simplesmente Perfeito, ótima reflexão, eu bem sei o quando é difícil, para todos nós, pois sempre teremos o mesmo sentimento, tenho algum tipo de pena daqueles que se levantam e como se fossem pessoas de outro planeta, dizem que não sentem nada, ou melhor que não fazer parte disso, colocando o tal "fardo" em nossas costas! (lembre-se tudo começa no simples pensar) #nosso eterno Divã

Isabela Cavezali disse...

Uoow, é isso aí. Também sinto cheiro do cristianismo sem preconceitos vindo aí! Essa é a nossa esperança para curar almas do fardo da acusação desnecessária. Parabéns Taty, por falar aquilo que mtos não qrem falar, mas é preciso. Que começe por nós essa revolução.